11 Coisas que aprendi com Sailor Moon

Punirei você em nome da Lua!

Quando crescemos, muito é exigido de nós. É exigido que rejeitemos todos os nossos hábitos de infância para nos tornar adultos. Entre as muitas coisas que as pessoas esperam que deixemos estão os desenhos animados. Que criança não era apaixonada por desenhos e contava os minutos para quando eram transmitidos? Todos nós tivemos os nossos preferidos, desenhos que nos acompanhavam, entretiam e ensinavam. E afinal, porque raios precisamos deixá-los? Quando você ama algo, não é a idade que vai te distanciar. Muitos de nós ainda mantém seus desenhos preferidos sempre consigo e os relembram com carinho, ou se inspiram neles e os respiram no dia a dia. Mas nenhum deles nos deixa, pois cada episódio contém lembranças de nossos risos, lágrimas e olhos arregalados.

Uma série que me acompanha durante toda a vida é Sailor Moon, criada por Naoko Takeuchi. Sailor Moon é uma das minhas maiores paixões. Eu assisti todos os episódios várias vezes desde novo, li todos os mangás, assisti os Sera Myus e vibrei com Sailor Moon Crystal. Tenho Usagi como personagem favorito da vida e inspiração em vários momentos. Esse amor nunca me deixou, em grande parte pelo que Sailor Moon e as outras guerreiras do sistema solar me ensinaram. São mensagens de amor, perseverança e tolerância que me ajudaram a crescer como ser humano. E decidi dividir essas pequenas coisas que aprendi com Sailor Moon com vocês!

PELO PODER DO PRISMA LUNAR!

 

1 – Ninguém é perfeito!

Quem disse que os super-heróis precisam ser perfeitos e inabaláveis? NÃO. NINGUÉM é assim. Somos humanos, passamos por momentos, temos medos e sonhos. Usagi é a personificação disso. Ela é sonhadora, infantil, preguiçosa, engraçada, atrapalhada, não é perfeita, é bem lenta e come demais. Ela é uma pessoa comum, tão comum que poderia ser eu, você ou a pessoa que mora ao lado. Durante as fases de Sailor Moon ela cresce, indo de uma adolescente medrosa para uma jovem autoconfiante e corajosa. Ela evolui, nunca deixando de acreditar em si mesma e de lutar pelo que quer.

 

2 – Nossas diferenças nos fazem mais fortes.

Pouquíssimas obras apresentam um grupo tão diverso quanto as Sailor Senshi. Elas apresentam as personalidades mais opostas: temos garotas maduras, infantis, inteligentes, sérias, corajosas, inseguras, calmas, alegres, sombrias… cada uma difere da outra e deseja coisas diferentes, assim como na vida real. E mesmo assim, elas se respeitam e se complementam. As diferenças entre as Sailors se revelam sua maior força. Seria incrível se todo mundo pensasse assim, né?

 

3 – Seus verdadeiros amigos são um porto seguro.

QUEM NÃO SE EMOCIONOU COM ESSA CENA?

Amigos! É difícil encontrar amigos verdadeiros em meio a esse mar de gente, né? Mas quando você os encontra, eles estarão sempre lá por você. Eles riem quando você está feliz, te consolam quando você está mal e querem o melhor para você. A amizade é uma troca de ensinamentos e sentimentos, e será uma das melhores coisas da sua vida.

 

4 – Nunca desista do que você acredita!

A vida é difícil, nós sabemos. Muitas vezes irá parecer que tudo está perdido e lhe dirão que é melhor aceitar e desistir. LUTE. Lute com todas as suas forças e nunca deixe de acreditar que você pode encontrar a luz no fim do túnel. Nada em Sailor Moon seria possível se elas tivessem apenas desistido e aceitado as tragédias ao redor. As guerreiras sempre deram o melhor de si e o mais importante, se levantaram depois de cada queda com a cabeça erguida, e continuaram a lutar.

 

5 – Todas as mulheres são fortes guerreiras.

Eu nunca vou saber verdadeiramente o que é o machismo, pois não vou sofrê-lo DE FATO por ser homem e heterossexual. Mas sei que o machismo é real e presente, e sei o quanto as mulheres sofrem. Assistir (e ler) Sailor Moon me fez entender desde criança que as mulheres não são o “sexo frágil” como o machismo prega. Aprendi que uma mulher é uma guerreira, que luta todos os dias contra uma sociedade opressora e cheia de julgamentos. Aprendi que uma mulher pode ser e fazer o que quiser. Aprendi que mulheres podem se apoiar uma nas outras e formar uma verdadeira amizade. Aprendi que as mulheres podem lutar contra o mal de salto alto e saia se quiserem. Aprendi que as mulheres podem seguir seus sonhos e lutar por eles. E aprendi que a princesa pode, perfeitamente, salvar o príncipe.

 

6 – Há mais de uma maneira de “ser forte”

Há muitas maneiras de ser forte. Ser forte não é ser inabalável, corajoso e resistente. Ser forte é acreditar que você consegue e se levantar depois de cada queda. Ser forte é sorrir para seus inimigos e estender-lhes a mão. Ser forte é oferecer seu ombro para que seu amigo chore e ter coragem de chorar também. Ser forte não é enfrentar o medo, mas é não se curvar diante dele. Ser forte é lutar pelo que acredita. Ser forte é ser quem você é. Em Sailor Moon temos muitos exemplos disso.

 

7 – Ame a si próprio.

Eu tenho alguns problemas de autoestima que me afetam de modo diferente de tempos em tempos. Muitas vezes eu me senti inferior aos outros. Eu não me amava.

Sailor Moon me acompanhou em muitos dos meus piores momentos. Aprendi também com Usagi e cia, que se amavam independentemente de suas muitas diferenças e fraquezas, se apoiavam e lutavam acreditando em si mesmas. Usagi, como eu, não era perfeita, mas se amava e acreditava em si própria até o último instante.

A transformação de Sailor Moon era a evolução, era confiança, era força. Com Sailor Moon eu pude superar muitos momentos ruins.

 

 

8 – O que importa é o amor!

Sailor Moon me ensinou que o amor não tem barreiras. O amor não se curva diante dos obstáculos. Todas as formas de amor são representadas em Sailor Moon. Naoko teve a coragem de inserir casais homossexuais em uma história voltada para jovens, em uma época muito mais preconceituosa. Destaca-se a história de amor vivida entre UranusNeptune, entre duas Sailors, entre duas heroínas. É até hoje um dos casais mais shippados e adorados pelos fãs.

Falando de identidade de gênero, Sailor Moon também ajudou pessoas transgêneros! Em plena década de 90 Sailor Moon apresentava personagens de diversidade como o forte Trio Amazonas, com destaque para Olho de PeixeSailor Uranus era descrita como uma guerreira que contia os dois gêneros dentro de si: era uma bela e forte mulher quando se transformava e, em seu estado civil, alternava entre as formas feminina e masculina. As Sailors Starlights eram homens em seu estado civil e belas mulheres como Sailors. Vi muitas pessoas que encontraram suporte e autoaceitação em Sailor Moon. Pessoas que se sentiram valorizadas e representadas.

 

9 – Aprenda com o passado.

Com a história do Milênio de Prata aprendemos lições importantes. Aprendemos que o ódio, a inveja e os ciúmes sempre conduzem ao desastre. Aprendemos que o amor, quando verdadeiro, não irá se curvar para as dificuldades. Aprendemos que erros do passado não devem ser repetidos e devemos lutar pela felicidade.

 

10 – A resposta muitas vezes está dentro de você!

Aquilo que você procura pode muitas vezes estar dentro de você. Você só precisa parar, respirar e pensar. Você precisa escutar a si mesmo.

Grande parte do enredo da fase clássica de Sailor Moon está relacionada à busca pelo Lendário Cristal de Prata e a Princesa da Lua. Em determinado momento, é revelado que a Princesa Serenity sempre foi Usagi, e ao soltar sua tristeza e dor o Cristal de Prata foi formado a partir de uma lágrima. Ele sempre esteve dentro dela, mas só depois de muito tempo é que ela pôde percebê-lo e encontrá-lo.

 

11 – Gatos são melhores do que muitas pessoas.

Não preciso explicar isso.

 

E chegamos ao fim da lista! Tentei reunir para vocês coisas que aprendi com Sailor Moon e acho que podem ajudá-los em algum momento da vida. É estranho pensar que uma simples obra que assistíamos na infância nos ensinou tanto, né? Mas é assim: as melhores coisas sempre vêm de onde menos esperaríamos.

Vocês também foram marcados por outro desenho ou série de livros? Também são fãs de Sailor Moon? Espero que tenham gostado da lista ou se identificado em algum momento dela.

Até o próximo post!

“Nunca deixe sua estrela se apagar. Essa é a sua verdadeira missão”

♡ Você também vai amar: