Resenha: Despertar (Amanda Hocking)

Gemma tem 16 anos e vive na pequena cidade litorânea de Capri. Ela é uma excelente nadadora, é apaixonada pelo mar e sonha em poder competir um dia nas Olimpíadas. A vida dela é muito comum: está namorando seu amigo de infância; tem um pai ausente, uma irmã superprotetora e amigos que amam. Gemma sabe que é feliz. Pelo menos era antes de conhecer PennLexi Thea.

O trio surgiu repentinamente em Capri como turistas. Donas de uma beleza sobrenatural e incontestável, elas carregam consigo uma forte aura de mistério, tensão e perigo. As garotas demonstram um grande e estranho interesse por Gemma e em tê-la no seu grupo.

Coincidentemente, a partir do momento em que as três garotas chegaram a Capri pessoas começaram a aparecer mortas de maneiras grotescas, como se tivessem sido devoradas. Tais corpos costumam aparecer próximos à praia. Teriam Penn, Lexi e Thea alguma ligação com as macabras aparições? E porque estão tão interessadas em Gemma?

Venha, viajante fatigado, eu o levarei através das ondas. Não se preocupe, pobre viajante, pois a minha voz é o caminho.

Continue lendo

REVIEW: Don’t Say No (Seohyun)

Quem é SONE ou acompanha o SNSD sabe que esperamos muito por um solo da Seohyun. Ela é uma das integrantes mais carismáticas e possui uma das melhores vozes do grupo, o que também garantiu seu lugar na sub-unit TaeTiSeo. Solos de três soshis foram lançados, mas nada da Seohyun debutar. Então fiquei muito feliz quando finalmente a notícia de seu debut veio à tona.

Eu não assisti nenhum teaser do MV, já que queria ser surpreendido. E como o meu papel no mundo é divulgar e enaltecer Seohyun eu vim fazer a resenha do primeiro mini álbum dela Don’t Say No. Vamos lá – e não digam não.

Continue lendo

Resenha: Desventuras em Série (2017)

Me ouça com atenção: não leia esse post. Posso lhe garantir que temos muitas outras coisas bonitas e alegres para se ver, mas nesse post em especial você só verá tristezas, tragédias e desventuras em série. Ouso lhe dizer, querido leitor, que a probabilidade de você sair triste daqui é grande. Talvez você nem sequer consiga esquecer as terríveis aventuras que viverá juntamente com os Baudelaire.

Vá ver algo feliz, algo que o deixe com o coração quentinho e confortável. Se caso decidir continuar está avisado de que só encontrará horrores. Muitos e muitos horrores.

Continue lendo